:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Procura



Resultado da procura

08 Dezembro

Anchors Aweigh!

A epidemia de fim de ano é conhecida: ninguém tem tempo pra nada, tá todo mundo estressado, as tarefas e pendências pululam mais que índio em fita de farvéste dos anos 30 (no dizer do Sorel, aqui do blog, "agora eu tô matando só os índios que estão na frente; os de trás eu deixo pra matar depois"), etc. Pois bem, a nanoaudiência está interessada numa pausa para a loucura, num oásis de sossego, marítimo ainda por cima, em meio às cobranças do chefe, dos colegas da fiRma, da esposa e do gerente do Unibancú? Nós temos a sugestão: Volvo Ocean Race, a famosa regata volta ao mundo, agora em versão joguinho de computador em tempo real. Você se inscreve, monta um barco, escolhe as diferentes velas, analisa o vento e sai deslizando. A segunda etapa, Cidade do Cabo - Cochin, termina daqui a dois dias. A terceira vai de Cochin a Cingapura e é um ótimo ponto de partida para quem ainda não se inscreveu (já que você pode descartar três resultados/etapas ruins). Noventa mil abnegados ao redor do mundo estão participando, incluindo este que vos fala e um amigo francês metido a besta que terminou a segunda etapa três dias na minha frente. E olha que a maior proeza da história náutica da França foi ter feito Calais-Dover em seis dias.

(crdt pela dica náutica: o luso-angolano jotapê, via a ítala-tedesca p.aral, quatro países sabidamente conhecidos por suas glórias marítimas)
11:38:57 - Zeno -

15 Dezembro

Westwärts schweift der Blick!

Para quem não se lembra, demos a dica, na semana passada, de um excelente e higiênico passatempo para seus dias na fiRma e suas noites com a patroa, a tar regata Volvo Ocean Race, que permite mesmo a manés que confundem bujarrona com recipiente para ponche a chance de navegar em volta do globo simulando as condições de vento, vela e percurso da famosa regata na vida real de mesmo nome.
Mas há manés e manés.
Depois da etapa Cidade do Cabo-Cochin, encerrada há alguns dias, começou no último sábado a terceira etapa, Cochin-Cingapura, prometendo bons ventos e boas disputas para os quase 100 mil inscritos.
Começou e já acabou, graças a um bando de manés que inclui, é triste confessar, três amigos aqui do blog, o Sorel, o Sylvain B. e o nosso ombudsman Luiz. Eles e mais um grupo de espertinhos tentaram cortar caminho pelo norte do Sri Lanka, em vez de seguir a rota sugerida pela direção da corrida. O número de desavisados (400 barcos) assustou o comitê organizador, que resolveu cancelar a largada deste sábado e remarcá-la para amanhã. O texto de desculpas pela decisão é involuntariamente hilário e segue no Leia Mais. [Leia mais!]
18:38:56 - Zeno -