Folhinha da Seicho-No-Ie: em sampa agora, uísque, só purinho...



Iluminuras

[Mulheres pelas quais tropicamos.]


tigres, amanhã: fogão, e quietos

senão tomem tomoe gozen

amorzin, eu ia te explicar tudin...


virna lisi

.


o que se segurava então

anos 50 no final; anos 60 entrando 1º de fininho e depois grossão.
mas o que é pior, mudam as mulheres.
e ninguém entende direito isso.

como mudam? mulher é um dos universais...

e isso vem-se passando bem na frente de vossas 'inhorantes' frontes televisuais, enquanto assistem a america muderrna, pravariar caindo na droga, num seriado que vem deliciando toda um novo ramo da industria de metanfetaminas.

uma pena pra vcs., garotos.
[Leia mais!]


a vida é mêsmo assim

pois bem,
vínhamos navegando honestamentes por essa torrente marciana de apelos que é a rede mundial.

e demos c/ isso:

eu não sou cachorro não

então nos respondam. pelamor dos meus filhinhos:

para quê esse #$@%$¨¨&&* pézinho levantado?


eu vou falar da sabrina sato

ela é a garota de ipanema
d'agora.
ou mais ou menos isso.

é que ela é a garota
de todos os lugares
que não foram ipanema

nos últimos 40 anos.

enfim, é isso. [Leia mais!]


domingo é dia de futibol

Lineswoman from Serbian Super Liga game goes viral because… well… just look at her!
(trad. livre: bandeirinha de jogo da super-liga sérvia vira viral porque... bom... só vendo!

e eu só caio pela esquerda...

e eles desenvolvem:
Arguably, the only way a 1-1 draw between Novi Pazar and Napredak could be exciting is thanks to a good looking woman and so it has turned out.
(no fundo no fundo, o único jeito em que um empate, de 1x1, entre dvwergqgç e cvrfgorgh, podia nos 'falar ao pau' só podia ser tendo uma bela mina no pedaço, e então táí).

e reparem na paradinha+semisorriso do ponteiro, logo no começo: um verdadeiro embate entre civilização e barbárie, in loco.

via


võos

sábia,
sabia
a sabiá. [Leia mais!]


absolutely fabulous

ou dobrando o jueio prumas dama de prima:
dueña rita leena bo mbardica.
mulhers até dizer chega.

depois conto mais.
mas se adiantem, a respeito, num docu no netflix.

parada federal.

iscruzive, como eu gosto dela, como a rita lee é legal e linda, linda...


programa de renda máxima

em maio rolará uma exposição no sexc belenzinho, sobre rendas:
populares, brasileiras:
todas as delicadezas desde sempre desenhadas aqui, e de mãos nunca dantes olhadas.

ao longo dela, rolarão porções homéricas de desenhos e debuxos lindos de amores, lugares, pessoas,
e muita história e memória e canto..

e que hojemdia, livres enfim, re-podem florescer.




toda molhada e despenteada

o céu o céu


esse negóço num para de amilhorá, não?

daniela hantuchova ou faça sol

minhas santas cordoalhas!


essa mina sempre me divertiu



Silêncio eloquente

Grandes lábios!

Ninguém aqui vai se pronunciar sobre as qualidades artísticas dos grandes lábios de Lana Del Rey e todo o zum-zum-zum da sua fabricação como cantora? Esse blogue já foi mais atento.


natalie wood, ai...

um deleite, pingado de café ou na média, ou até mesmo c/um pouquim de whísky, dado o frio, foi acabar de ver 'essa mulher é proibida', c/o nome original, dada a época e circunstancia, bem mais, digamos, direto.
c/ a natalie wood e robert redford de protagonistas.

que filme bom.
como eles estão legais, c/ texto bom, entre outros do coppola mulequinho, sobre peça do tenessee williams, sobre o sul da america sob a crise dos 30's.
um tesão enfim, sob a gentil, e firme como um martelo, mão do sidney pollack, à toda na época, 1966, em plena entrada da turma dele no então invencível manstream roliudiano.
tudo moçada herdeira do neo-realismo, dos japoneses, dos franceses do cahiers, dos noires originais de lá mesmo e por aí adentro.
daí que veio os coppola, allen, et allii, desses amigo mais véio então, entende?

direção sequinha, recuperação de época meia-boca mas honesta, texto preciso no registro duma ingenuidade beijando a breguice, quase do schiller no 'poesia ingenua e sentimental'.

gostei de mais um monte de coisa da filmagem, mas nisso não me estendo pq. tem os sr. scott de cinema do buteco, que são muito mais capazes de falar da engenharia na coisa.

mas, p/ quem chegou até aqui, no leia mais tem um acepipe dela, uma das mais 'interessantes' mulheres c/ as quais aprendi a me interessar profundamente por esse assunto pralá de controverso. [Leia mais!]


Michibata es su chibata



Pra compensar o post anterior, Jessica Michibata, namorada de desses idiotas pilotos de F1. Irashai!


gatinha do mez

shamisenboarding?

au contraire de unz por aí, que só enxerga as vãns superfíces dessa rápida vida, táí uma mina que me pegou e a umas onda legal e güentou o tranco.

crdt. odesempre


Toda nossa solidariedade ao Japão

Dá gosto ver tamanha união

As pessoas próximas ao nosso George Smiley sabem da razão de sua ausência nos últimos dias. Com parte de sua numerosa família morando no Japão, George estava compreensivelmente à espera de notícias abonadoras. E elas vieram. No flagrante acima, suas primas, reunidas, mandam lembranças e garantem estar tudo bem por lá, ainda que os serviços de lavanderia não estejam totalmente reerguidos. As legendas da foto servem para o nosso George distinguir e se lembrar, com doçura, de detalhes relativos a cada uma delas.

(crdt: arquivo pessoal familiar e asian drill pop)


mulher c/ defeito e fundamental

essa menina e craque

poderosa essa moça.
pudesse eu, faria as letra dela.
era passar a bola e voltar pro meio de campo.
nelson motta, cadê vc.?


eeeeee caranavial ooooooooo

proveitando que os 4/5 que presta do buteco se evadiro pros baile, disponho e apresento:

- uns dos porques que o surf nos pegou todo mundo então: sonho e que e real

- um cara que explica exatamente -e meio blasê, mas dada a qualidade dos podruto, engulivel- como resolver alguns pobrema que vem nos matando, sem autorização:
billdoberço

- o carnaval brasileiro e uma sorte pra humanidade inteira:
--aqui
--aqui
---e finalmente aqui, ela, uma verdadeira vanguarda antropologica da coisa


a felicidade existe



Maravilhas da tecnologia



Lara Croft no novo Tomb Raider para Xbox. Melhor que a Angelina Jolie em si.


essas coisa que mata os parmera

eu assisto isso desdos tio no circuito bexigabraz.
tanto fazia o formato, desde que fosse otro.
uma beleza era uma beleza.
podia ser de qoqer praqar, desde que fosse bunito o jogo.

esse paiz é lindo


Desça-se um respeitoso véu de silêncio




Não é pra casar



O pessoal aqui da redação tem uma, digamos, deferência (ver canais deferentes, biol.) toda especial pela Julianne Moore. Mas achamos que o agente dessa moça precisa ter mais critério com os filmes que ela topa fazer.

Nos três mais recentes —Savage Grace, A Single Man e Chloe, este assistido ontem e recomendado, apesar da pegadinha—, madame não leva sorte no matrimônio, menos por conta do consorte do que própria. Isso sem mencionar outras películas como Magnólia (a cópia) e Short Cuts (o original), nos quais a coisa já desandava.

Fica parecendo Jeremy Irons e Harrison Ford, que durante um tempo alternaram papeis de viúvos-negros mais assíduos de Hollywood.

Quem sabe só um flerte.


uma no cravo outra na ferradura

já que vai rolar um pau, não largo amigo na pancada sózinho:
nem entro

voto de direita é coisa de véio

helen mirren, provando que o boteco é âptudeite até no meio do mato
e c/ a impagável legenda:
Great rack, and eyes that can cut a bombshell in half.

(a magrinha veio na carona)


.:: :: :: :: :: :: leia os posts anteriores :: :: :: :: :: ::.