:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: September 2013 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Setembro

Um hora e pouco de puro deleite

Com vocês, pout-pourri de mil edições do programa Roda Viva. Tem de tudo, inclusive aquela do Quércia, aquela do Brizola, aquela, enfim, de todo mundo. O Bonus Track é espiar as bancadas de entrevistadores e soltar, de quando em vez, um "olha, lembra desse? Morreu", ou um "nossa, como ela era magrinha", etc.
07:23:14 - Zeno - 1 comentário

26 Setembro

Quem nasce pra pé rapado nunca chega a monsieur

Recebi convite prum coquetel bacanudo no consulado francês aqui de São Paulo e achei que era spam, esquema "tenho ziquilhões numa conta na Nigéria e preciso de sua ajuda". Deletei. Dias depois liga uma amiga caridosa, "cê viu o convite do consulado? Botei seu nome lá". "Sacré coeur, cadê a porra do e-mail, alô, seu Google?, alô, Obama?, alguém me ajude!". Nadica. Se fué.

Moral da história: ver o título do post.
Moral da história II: pelo menos agora eu sei que e-mail oficial do governo francês tem a abreviatura ponto gouv. Não são demais esses franceses?
08:38:13 - Zeno - 2 comentários

23 Setembro

Álvaro Mutis (1923-2013)

Sacanagem, morreu o Álvaro Mutis. Anos atrás separei uma citação dele, descrevendo uma mulher linda, anotei a página até ("p. 83-85"...), mas não consigo saber de que livro tirei. Vai mesmo assim, como homenagem do nosso bloguezinho ao mestre marítimo, Corto Maltese das Colômbias:

"Alguém o olhava do umbral. Levantou a cabeça e não conseguiu dizer nada. O que viu era praticamente impossível de ser traduzido em palavras (...) Era uma aparição de uma beleza absoluta (...) Alta, o rosto harmonioso com traços mediterrâneos orientais que se afinavam até parecerem helênicos. Os olhos eram grandes e negros. O olhar, lento e inteligente, não comportava a pressa ou a revelação de uma emoção desmesurada, coisas que teriam sido consideradas como manifestações de uma desordem inconcebível. Os cabelos, quase azuis de tão negros, caíam sobre os ombros retos que lembravam um kouro do Museu de Atenas. As cadeiras estreitas, de suaves curvas que terminavam em pernas longas e levemente cheias, semelhantes às de algumas Vênus do Museu do Vaticano, davam ao corpo ereto um toque definitivamente feminino que dissipava de imediato um certo ar de efebo. Os seios amplos e firmes completavam o efeito das cadeiras. (...) Os lábios – um pouco salientes e perfeitamente desenhados – insinuaram um sorriso, e as sobrancelhas negras – densas mas sem chegar a quebrar a harmonia do rosto – se distenderam simultaneamente. (...) Tinha uma voz firme; os tons baixos chegavam a alcançar uma rouquidão ligeira e involuntária, mas de uma sensualidade desconcertante".
11:38:53 - Zeno - 2 comentários

Detalhista

"O chefe de polícia de uma cidade do Sul certa vez me forneceu uma descrição completa de um homem, incluindo um sinal congênito no pescoço, mas esqueceu-se de dizer que o sujeito tinha apenas um braço."

("The chief of police of a Southern city once gave me a description of a man, complete even to a mole on his neck, but neglected to mention that he had only one arm.")

Dashiell Hammett, lembrando-se dos tempos em que trabalhava como investigador da Agência Pinkerton, em "From the Memoirs of a Private Detective".
10:16:28 - Zeno - 8 comentários

Dez anos de Hipopótamo Zeno

Outra seção antiga da casa, a de resenhas de restaurantes, vulgo "... ou então miojo", andava carente de atualização. Inaugurado uns meses atrás, o tal Brera merece uns pitacos favoráveis. É uma casa de panini, ou seja, só serve sanduíche. Tem cerveja italiana, a tal Moretti, também conhecida como "na Itália tem muita porcaria também". Os preços são camaradas, dez pratas o panino pequeno, 20 o panino parrudo acompanhado de salada. Mas qual o motivo da recomendação hipopotâmica? Os frios, meu camarada, os frios, são todos importados. Malandro, se tu acha que aquela gororoba do Mercado Municipal merece algum elogio, cê não sabe o que é morder um sanduíche de mortadela italiana e sair correndo pro abraço com o mestre salumeiro responsável pela iguaria. Se a mortadela é de chorar, outras lágrimas têm de ir para a bresaola, para o prosciutto crudo e cotto, para o salame, etc etc. Fui até apresentado a um tal fiocco di prosciutto, curado a partir da parte mais magra do presunto, que é tão sutil que precisei de três sanduíches para uma correta avaliação. Três, aliás, ou quatro, ou mesmo cinco, é a dica pra apreciar o lugar: peça os panini no tamanho pequeno, pra mó de variar sabores e combinações rumo ao nirvana.

Brera, me informa a Wikipedia, é um bairro de Milano, aparentemente chic e descolado. A julgar pelos donos do lugar aqui em SP, todos veramente italianos e que ficam zanzando pelas mesas com ar chic e descolado, camisa (pra dentro da calça) com dois ou três botões abertos a mais do que recomenda a ABNT, eu diria para as moçoilas tomarem cuidado com as investidas. Mas pode ser impressão de primeira visita. Ou não.

Aqui, algumas resenhas divertidas do Trip Advisor, com os italianos de passagem por São Paulo pulando de alegria com a novidade.
09:33:22 - Zeno - Comentar

18 Setembro

o que, de fato, é o tal ca(z)pitalismo:

éis o quê :

a partir de um certo, e preciso, est´gio, do tal - e por "substancia" dos 'de si mesmo nele' - gera uma hora em que @s cara pode mandar tudo quilo à merda.

coisa simples:

tá dentro ou tá fora.

só num vale 'creditar nessa merda.

porque é do que se trata: aqui e talvez.

e às vez depende do dr. knôwn na hora dos negociantes dos cunhecimento.

num é mole não.

nem bebedo se perdemo.

nem fudendo.

esse filhadaputa (o tar, do título) é independente da vida (só depende da turma dele),
que é pouquíssima, indeed.
e, mais, tudo que vc fizer à favor dele, prestenção, quase nunca será reciprocad@.

bjs
23:40:11 - George Smiley - Comentar

cartolas ou carlitos

?
20:58:10 - George Smiley - Comentar

16 Setembro

O liberal que não sabe flexionar o plural

20130916-constan.jpg

A competição é acirrada em se tratando de liberais a escrever sandices nos jornais. Temos aí Merval (o terror dos revisores), Pondé, Sardenberg, Ovário de Cavalo™, aquele cujo nome me recuso a citar e tantos outros — até porque o contraponto a essas ideias é sempre parco e discreto: pedra de toque da pluralidade da imprensa nacional.

Rodrigo Constantino, porém, recebe nossa menção honrosa neste cenário não apenas pelo conteúdo, senão também pela forma da sua produção. Há um hiato aceitável entre o que se pensa e a maneira como este pensar é expresso, e Constantino, midiático, economista, diretor de um think tank — o Instituto Millenium — o desconhece: quem escreve desta forma não pode raciocinar coisa boa.

Tivesse eu uma editora de livros espíritas psicografaria Carlos Lacerda e iria faturar em cima dessa gente. Podia não ter várias qualidades, caráter inclusive, mas ninguém jamais acusou Lacerda de expressar as tolices que pensava de forma igualmente tola.

Ainda bem que temos o exemplo de Luís Inácio da Silva, este sim um "analfabeto, alheio aos livros, e nem tanto na outra ponta do espectro político", para contrastar.
09:14:26 - Pinto - Comentar

15 Setembro

para a alegria das nossas tele-expectadouras

como nos apresentamos lá na city.
nós e nossos feitores.
nós e nossos nós.



e os branquelo lá só filmando os sucexo dos desdesenho deles, conosco aqui tudo incluso, & cos nossos miór intelequituais dos cazpitalismus.
um eno-orgúio que só essa integrachão finan-cheira toda.

amores impossíveis

aonde mais vossas merces veriam um match como "Quindio 2-1 Once Caldas"?
ou um acepipe da qualidade de "Al-Nasr 4-1 Al Nahdha"?
ou ainda além, um deleite tal qual "Trabzonspor 1-0 Kardemir Karabuk"?
sómente aqui, caros expectadores:
all boys 4x1quilmes
mesmo sabendo que nossas brama nem sempre.
01:40:52 - George Smiley - Comentar

acessibilidades lingoísticas

Morte de peixes em praça causa polêmica em moradores.
assim: causa 'em'.
como doença.
'polêmica' ainda é um palavra jovem aqui.
e como todo 'jovem'...
crdt ig.
00:50:45 - George Smiley - Comentar

14 Setembro

i-albers

atenção ai-pádicos.
saiu um aplicativo do curso do albers:
interaction of color.
vcs. nunca mais vão ver essas telinha, nem qqer outra indeed, do mesmo jeito.
12:54:58 - George Smiley - Comentar

10 Setembro

"Passo nesta rua há nove décadas"

Duelo entre Ford Bigode e Motoboy

O fotógrafo Marcelo Zocchio teve a idéia-ovo-de-colombo de juntar numa mesma imagem duas fotos de um mesmo lugar de São Paulo, uma atual, uma de arquivos do início do século. Você já pode ter visto algo parecido antes, mas as decisões sobre o que incluir de cada um dos períodos faz com que algumas fotos fiquem sensacionais.

Mais imagens, no blog do Instituto Moreira Salles.
12:17:42 - Zeno - 1 comentário

Dez anos de Hipopótamo Zeno

Faz tempo que a gente não faz resenha de bar, uma das primeiras seções criadas aqui na casa, A Busca do Santo Graal. Faz tempo, sim, o que não quer dizer que tenhamos parado de beber - a verdade trivial é que vamos sempre aos mesmos lugares, já resenhados ou devidamente conhecidos. Mas uma volta ao Veloso merece registro rápido. Há muito tempo não punha os pés nem a garganta lá, menos por decisão própria e mais porque o lugar tá sempre cheio, o que desanima qualquer cachaceiro profissional. Desta última vez havia espaço, havia sol, havia gente mais e menos divertida, e havia as caipirinhas do Souza. Olha, que este sujeito ainda não tenha ganhado placa ou estátua em praça pública é das grandes injustiças desta cidade malsã. A de jabuticaba continua sensacional (tentei anos atrás fazer em casa, seguindo algumas instruções misteriosas - "tem de congelar a jabuticaba e retirar uma meia hora antes de fazer" - e foi um fiasco), a de caju com limão, "putaquipariu" é o que a define, e a de mexerica com dedo de moça, cortada na longitudinal, sem semente, meia canoazinha de cada lado do copo, meu deus, meu deus, meu deus - até o Bergoglio merecia uma.

De novidade, pelo menos pra mim, são os pauzinhos de plástico (sic) que mexem a caipirinha e que vêm com a inscrição "By Souza", troço meio bocó e que não faz jus ao nosso herói. Outra novidade, esta simpática, é a toalha de papel das mesas, com várias frases estampadas que fazem a apologia da bebida, valha-me - entre as manjadas de sempre e algumas desconhecidas, uma salta aos olhos: "Vinte e quatro horas no dia, 24 cervejas em uma caixa. Coincidência?", de um tal Stephen Wright.
08:42:51 - Zeno - Comentar

08 Setembro

Guia HZ

Se alguém ainda estiver na área, ainda dá tempo - amigo meu acabou de comprar.
Hamilton de Holanda - pro meu gosto, o maior bandolinista hoje do Brasil - com Richard Galliano, Stefano Bollani e Omar Sosa tocando Pixinguinha no Teatro Alpha, São Paulo, às 20:hs

Na minha cabeça, a palavra imperdível foi criada para esses casos.
13:38:13 - DJ Mandacaru - Comentar

Dez anos de Hipopótamo Zeno

"Mas, afinal, esse blog de vocês é de direita ou de esquerda?" é uma pergunta que já nos foi feita diversas vezes, mas não tantas quanto as que a revista The Economist teve de responder. No seu aniversário de 170 anos (!), o blog da revista responde a esta e a outras dúvidas do público leitor. Vale a pena o clique, aqui, ó.

E como o assunto é a Ilha de Albion, veja aqui, ó, matéria do Telegraph sobre aquelas expressões inglesas tradicionais e o que elas realmente querem dizer. Dá até pra fazer uma versão brazuca, com algumas equivalentes. ( crdt do link: fmp)
13:02:57 - Zeno - 1 comentário

07 Setembro

Uma parte de mim pesa e pondera, outra parte delira

Arrasmo mesmo!

A exemplo de todo artista, a única coisa que o intelectual contemporâneo precisa saber é estar onde o povo está. Daí que logo testemunharemos Pondé confinado numa edição de BBB, dançando no Faustão ou desfilando — mas como destaque — numa escola de samba qualquer do Grupo Especial.

Como diria Leda Nagle: é aguardar e conferir.
12:42:38 - Pinto - 6 comentários

Impulse

20130907-sare.jpg

Para não me acusarem na Justiça de abandono de emprego, retorno aqui para informar: se algum dia um Sardenberg lhe oferecer opiniões, isto é engano. Obrigado e de nada. Agora me paguem no fim do mês.
10:52:01 - Pinto - Comentar

06 Setembro

Dez anos de Hipopótamo Zeno

Ainda não se iniciaram as comemorações, mas segue abaixo uma primeira troca de e-mails internos com sugestões sobre o lugar a ser escolhido para os festejos:

[Lama] "Casa de Francisca com show do Arrigo".
[Mandaca] "Casa André Luiz com show do Itamar".
[Pinto] "Casas da Banha com show da Preta Gil".
[Mandaca] "Casas Bahia com show do Gil, Caetano e João Gilberto (que vai fazer forfait)".
[Pinto] "Casa Civil, com show da Adriane Galisteu, Claudia Leite e Gleise Hofmann (que vai ficar puta com a concorrência desleal)".
[Mandaca] "Casa de Ruy Barbosa, com show do Fux e Kakay. Toffoli vai de garçom mesmo".
[Mandaca] "Casa da Eni: precisa nem de show".
[Pinto] "Casa do Caraio, mas é meio longe e vou ter dificuldade de ir. E a frequência lá não é essas coisas".
[George] "Casa de espeto o pau é do ferreiro".

17:19:25 - Zeno - 1 comentário

desenhem-se animados



o resto é só papo.
feices, sacumé?
00:16:44 - George Smiley - Comentar

e manda, que é 5ª, setembro, saindo do inferno astral

00:11:28 - George Smiley - Comentar

05 Setembro

Melhoridade, o cacete


"È dos carecas que elas gostam mais"

Nem era pra ter nada, não. Corria o glorioso ano de 1986, meu aniversário seria comemorado no fim de semana, era apenas uma segundona, eu já estava de pijama quando um casal amigo ligou. Não, não dava pra passar em branco, a gente tinha que tomar nem que fosse só uma, o Vou Vivendo estaria tranquilo, meia-noite no máximo a gente iria embora.
Olhem, o Vou Vivendo foi o melhor boteco com música ao vivo que eu já frequentei. Ficava na Pedroso de Moraes, tinha dois andares: no de baixo só os manguaceiros; no de cima, rolava o que tinha de melhor em matéria de música. Só pra vocês terem uma idéia (se tiverem duas, mudem de blog), os músicos da casa eram Laercio de Freitas (piano), Heraldo do Monte (guitarra), Arismar do Espírito Santo (qualquer instrumento, baixo, piano, bateria, violão, podem enfileirar). Na retaguarda, o Calixto, cearense de São Benedito, até hoje chefe dos garçons do Genésio. Cuidou da gente, cuidou dos nossos filhos quando eles já tinham idade de ir pra bar, e, pelo jeito, vai cuidar dos nossos netos.
Pertinho da hora de ir embora, o Tio Laercio avisou: o Hermeto estava vindo com o pesoal da The Hendricks Family, a apresentação deles já havia terminado num daqueles festivais de jazz. Custava nada esperar mais um pouquinho.
Bom, o Hermeto chegou com uma das cantoras, tomou uma e já subiu no palco, onde já estavam o Tio (velho amigo dele), o Heraldo (com quem ele já tinha tocado no nunca assaz louvado Quarteto Novo), mais nem lembro quem. Rapaz, a mocinha - profissional americana, vocês sabem como é - quase amarelou. Quando a esculhambação musical começou, ela arregalava os olhos, virava a cabeça prum lado e pro outro procurando um norte, desistiu depois de duas músicas. E os garotos se divertindo no palco, e nós na platéia.
Foi aí que o Tio arregaçou. "Temos aqui no bar, hoje, meu amigo Sérgio, que está aniversariando. Gostaria de convidá-lo pra tocar com a gente".
PENSE NO PÂNICO! (Desculpem, leitores, o ponto de exclamação e as maiúsculas: eles não dão conta nem de milésimos do cagaço que senti). E a malta, incluindo minha mulher e o casal amigo, ajudando a açular. Depois de cinco minutos de negaceios, concordei, com uma condição: "Só se for pra tocar um bolero". Com aquela turma...
Nem vocês, que já implantaram mamárias e safenas, que passaram por cesarianas, que anualmente vão ao proctologista, podem imaginar. Num fiapo de voz, avisei: Tu Me Acostumbrastes.
E me arrastei, penosamente, até o final. Como todos os shows no Vou Vivendo, esse também foi gravado. Até hoje procuro a fita. Mesmo porque ainda faço um certo sucesso em rodinhas de amadores quando comento casualmente que já toquei com o Hermeto. Sempre alguém me pergunta, gravou?

E o lero-lero todo tem motivo. [Leia mais!]

01 Setembro

golazos

lha esse gol do trezeguet, no newells old boys, lá pelo meio da lista.
se isso não é arte eu me chamo themístocles.


.:: mês anterior :: :: :: :: September 2013 :: :: :: :: próximo mês ::.