:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: June 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Junho

Extra! Extra! Parem as máquinas!



De toda a lambança feita pela Folha de S.Paulo fica apenas a constatação, melancólica como uma partida da Era Dunga, de que dr. Abilio fala zulu bem melhor que seu português patrício.
13:23:24 - Pinto - 8 comentários

é que ninguém o entende, entende?


(crdt. uóisporti)
11:11:10 - George Smiley - Comentar

28 Junho

Duas boas razões para torcer pelo Paraguai

Isso sim é Ipacaray

Três, se você gostar muuuito de tecnologia.
08:37:22 - Zeno - 8 comentários

26 Junho

artes de massa, e.h.


(crdt. do formula foot aqui)

vale um [Leia mais!]

22 Junho

A lagarta da Florinda



Minha parte está aqui. O resto vocês resolvem com o editor-em-chefe.
[Leia mais!]

21 Junho

A Florinda Bolkan é coisa nossa

De uma newsletter comentando os lançamentos em DVD, vem esta sinopse de um filme de terror italiano dos anos 70 (os famosos gialli), dirigido por um dos mestres do gênero, Lucio Fulci:

Una Lucertola Con La Pelle Di Donna / Lizard In A Woman's Skin

"Carol (Florinda Bolkan) has been having disturbing dreams of a lesbian encounter with her neighbor Julia (Anita Strindberg), who has a habit of throwing drug-laden orgies in her next door flat. Carol's psychiatrist (Jorge Rigaud) believes that Julia symbolizes Carol's unconscious envy of the woman's liberated lifestyle. When Carol has a dream in which she murders Julia (under the watchful eyes of two hippies) and the woman turns up dead in the exact manner, Carol becomes the prime suspect; but is someone trying to frame her?"

Não sei por que ainda estou digitando estas e não saí correndo atrás do filme, cuja resenha completa pode ser lida aqui.
11:03:25 - Zeno - 6 comentários

18 Junho

Vai sem Deus, Mestre



De que adianta falar de motivos, às vezes basta um só, às vezes nem juntando todos.
— José Saramago, ✩16/11/1922, ★18/06/2010.
20:04:19 - Pinto - 1 comentário

Marina, Morena, Marina: faça tudo, mas faça o favor

12:55:44 - Pinto - 4 comentários

17 Junho

pé na jaca em modo lama

vai dá o que pensá

pra que não comencem a falar de vagabundagem na cospa da fiufas, pelos membros da apotheke aqui, envio diretamente do fornt futebalístico a machete que segue:

zebra inca carças luis vuitton*, 45, em camurça. [Leia mais!]
20:01:38 - George Smiley - Comentar

13 Junho

ciao massao

era um cara rico de vida
complicaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaado, claro,
e legaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaal, prachuchu.

My Impure Hair

Peço vênia ao DJ Mandacaru e ao Zeno, este observador silente das mídias sociais, para compartilhar este registro, de uma banda chamada Blonde Redhead, que me arrebatou o coração como há muito não ocorria. Curta-se.
23:08:08 - Pinto - Comentar

viaje bem, viaje panair

senta,
liga,
relaxa,
inté.

intão,
nem precisava de todo aquele pib pernambucano....

12 Junho

Sutilezas jornalísticas

Legenda de foto publicada pelo Valor Econômico de ontem:

"Dilma Roussef à direita de Kátia [Abreu, a senadora do DEM-TO]; José Serra, à esquerda."

Vai que é tua, Pinto!

11 Junho

bafana-bafana

pra eles lá tem hífen, rá...
resorvi que torço pros cara.
e tamen que vou assistir à copa daqui.

10 Junho

A Guerra era fria, mas hoje, ao sol, é bem quentinha

Uns, como o nosso George Smiley aqui da casa, puderam viver na pele as emoções e contra-emoções da Guerra Fria que dividiu durante meio século porcos capitalistas inescrupulosos pra cá, comunistas comedores de criancinhas pra lá. Outros, como este que vos escreve, só dispunham de um único truque para sentir-se em meio àquela atmosfera de conspiração, gin barato, décor opressivo e iluminação de boate: pegar qualquer vôo europeu que tivesse como destino o aeroporto de Tempelhof, em Berlim. Mesmo o mais intimorato brasileiro descia as escadas do avião pensando “Isso aqui não tá me cheirando bem!”, e fazia mentalmente a lista de delitos que cometera desde a tenra idade, só para não ser pego de surpresa pelas ôtoridades alemãs do controle de imigração. O aeroporto, desde que fora reformado pelos nazistas na década de 30 (a propaganda da época dizia “O maior prédio, em área, da Terra”), trazia esse jeitão de Lugar Histórico Onde Coisas Importantes Acontecem, e o bloqueio ferroviário, rodoviário e marítimo imposto pelos russos em 1948 só aumentou a fama e a importância do lugar – e eu já surpreendi muito marmanjo ao explicar que a nossa Ponte Aérea RJ/SP deve seu nome ao bloqueio de Berlim e ao uso de Tempelhof como escape, mas isso é assunto para a Deutsche Welle.

Com a queda do Muro, a queda de meus cabelos e a queda da economia européia em geral, Berlim ficou com o mico orçamentário na mão de três aeroportos em sua área central (o histórico Tempelhof, o novo e horroroso – dos anos 70 – Tegel, e o aeroporto que ficava do lado oriental, Schönefeld). Conversa vai, embromation vem, resolveram unificar a bagaça com a construção de um novo, super hiper, verba miliardária, empreiteiras felizes, aeroporto central fora da cidade, ao sul, e Tempelhof foi fechado oficialmente no final do ano passado. Agora, há poucas semanas, inauguraram – bela idéia – um parque onde ficava o aeroporto, com direito a passear de bicicleta pelas pistas de pouso, desfilar de skate no meio do controle alfandegário e comer o seu salsichão sentado naquele gramado histórico. Se você quiser ver um bando de alemães se divertindo a valer na inauguração (200 mil pessoas no primeiro fim de semana!), clique aqui. Se você quiser sugerir ao Kassab que faça o mesmo com Congonhas, escreva pra ele, que nós não temos – ainda – contato direto com o moço solteiro sem filhos.
20:49:25 - Zeno - 5 comentários

09 Junho

Não há transcendência ali

O sujeito acha que já viu de tudo em termo de empulhação quando depara com o artigo da nova diva pop Marcia Tiburi sobre a intelectual Lady Gaga (ou seria o contrário?) na Revista Cult: "uma estética pop para o pós feminismo", "rebelar as massas de mulheres subjugadas pela perversa autorização ao gozo" e outras assertivas, com direito a citar Walter Benjamin. Alguém me acuda.

Isso vi ontem. E hoje topei, no Opera Mundi, com um outro texto, menos laudatório, é verdade, comparando a mesma persona (refiro-me a Gaga, não a Tiburi) a Leni Riefenstahl e seu "fascismo fascinante", com direito, claro, a citação de Hannah Arendt —ambos, Arendt e Benjamin, são pule de dez na minha cartela de bingo para essas ocasiões.

Escolha o seu. Prefiro este último. Em ambos, não consegui entender por que Lady Gaga não é citada apenas como um pop radiofônico de quinta, servindo a uma indústria moribunda e coadjuvando na imbecilização nossa de cada dia.
14:10:49 - Pinto - 6 comentários

Ligue os pontos

null

Marcelo Madureira, ex-humorista e atual prócer do venerando Instituto Millenium, ganhou quadro cativo no Fantástico intitulado "Jornalismo Mentira".

Por que não me surpreendo?
10:30:00 - Pinto - 2 comentários

um brasil profundo e pertinho

o harry's local

do enviado especial, copiraite mgbh zenopress

eu tenho uma suspeita bastante razoável de que os 1os. coquetéis nasceram de alguns pédecana tomando os extertor das garrufas, fim de noite, sacumé? e ainda nos mesmos copos, que ninguém que ia parar p/ lavar a essas hora.
daí, de misturinha em misturinha, o resto é harry's bar.

ocorre que os artista que depois lembraro, daí desenvorvero e etc., são uns bioquímico de 1a., e autodidata tudo, e encontráveis ao acaso, o que é o pior de tudo.
qualquer um c/ mais de 40 sabe a hepatocatombe que um bando de coquetel é capaz num sujeito desavisado e em euforia etilirica. [Leia mais!]

04 Junho

Você merece um Zabo na Bela Vista

"Aluguei uma quitinete de trinta metros quadrados, bem dizer um vão. Era tão pequeno que só cabiam móveis de duas sílabas".

André Laurentino, sensacional, no Guia do Estadão de hoje.
12:17:22 - Zeno - 9 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: June 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.