Folhinha da Seicho-No-Ie: o poulistano é antes de tudo um forte


Águas barrentas, volume morto e a eleição em Sampa


20140825-01muddy.gif

E só pra juntar vaso com flor: o cabra que entra cantando aos 5 minutos do video em tela dois posts abaixo é um dos meus favoritos eternos. Andava meio por baixo no final dos anos 70, o que só prova que os tais dos anos 70 não foram esses balaios todos, não.
Aí o recém-falecido Johnny Winter (desça mais quatro posts) largou de seus cuidados e foi produzir discos pro professor. Pelo que lembro, foram três, todos magníficos.
O mais bacana deles é um ao vivo. Tá no anexo para escrutínio popular.

[Leia mais!]


Laura is the face in the misty light

20140825-03nyro.jpg

A notícia não é boa, Jorjão: tu vai que entrar na fila. Tanto faz se a Laura se mandou há 17 anos -- a fila de apaixonados não andou um passo. Tanto faz, também, se tu tá na fila dos XX (começo da vida dela) ou dos XY (final): ninguém arreda um pé.
Pro pessoal que está chegando, a Barsa dos pobres dá uma boa geral.
Pessoal que arrastou asa pra ela está super bem representado pelo cabra do Birds With Broken Wings. No .doc que está no pacotão (250MB) ele explica a origem da avassaladora paixão. E mais dois discos com as escolhas dele tiradas desses discos: More Than A New Discovery (1966)/Eli & The Thirteenth Confession (1968)/New York Tendaberry (1969)/Christmas & The Beads of Sweat (1970)/Gonna' Take A Miracle (1971)/Smile (1976)/Season Of Lights (1977)/Nested (1978)/Mother's Spiritual (1984)/Walk The Dog And Light The Light (1993)/Angel In The Dark (Recorded 1994/1995) (Released posthumously 2001)/Live: The Loom's Desire (Recorded 1993/1994) (Released posthumously 2002).
Uma bela introdução, que só vai aumentar as filas. [Leia mais!]


ai deu uns retorno

qdo eu vi a 1ª vez a palavra 'cantar bonito', foi ouvindo a laura nyro.
na verdade isso veio duma vez, '...vai cantar bonito assim na pqpqpqpqpq...'



água barrenta

faláuquê
depois dumas dessa:

uns hamburguer cum aspargo,
umas cerva cuns vinho
e uns véiozinho,

numas conversa daquelas

detarde sincumprindando
causo a causo
e dourando umas cadencia
meio que perdida por aí:




lordoses do saber

- resolvi voltar pra academia.
- que bom, mas de qual linha?
- a universitária.
- ...
- mas valeu a pena: depois de 2 semestres, 3 colóquios, 4 artigos e 5 matérias,
acabei c/uma hérnia de disco gnosiológica.


todo o apoio à AMS – Brasil

como sói acontecer em nossas missão neste boteco, jamais deixaremos de apoiar causas como essa:

e estaremos presente sempre que chamados


louise woolley

um amigo me apresentou,
ouvi,
vi,
e osovidodespenharam
a seguir:



e o manda que sexprique depois.


Notícias do Haden


20140717-charlie_haden_abre.jpg

Pois é, Jorjão, a coisa aí tá preta. Desde que nosso editor-em-chefe me mandou para a fronteira sírio-libanesa -- para reportar o esporte predileto da humanidade, matarmo-nos uns aos outros -- a minha impressão é que as baixas aqui são menores do que as daí.
Ainda agorinha, me preparando para traçar umas mal-traçadas sobre o Charlie, me chega a notícia de mais um bye bye so long -- Johnny Winter, o único cara que peitava o Keith Richards num exame de sangue no Fleury. Pouquinho tempo atrás, o "Little" Jimmy Scott. Quer dizer, tá difícil até organizar a lista das missas de Sétimo Dia.

Separei um caquinho da noite para escutar umas coisas do Charlie. Com 22 anos o cabra já apavorava no quinteto do Ornette Coleman, ajudando a inventar o tal de free jazz. De lá pra cá, tocou com jesuscristo e todo mundo -- Paul Bley, Gerry Muligan, Denny Zeitlin, Archie Shepp, Keith Jarrett, até Jan Garbarek, Pat Metheny, Carla Bley, Egberto Gismonti, Antonio Forcione, Elvis Costello, Béla Fleck e o guitarrista português Carlos Paredes, só pra não encher muito o saco de vocês.

O Charlie fundou, também, a Liberation Music Orchestra, onde botou pra fora todo seu amor pela humanidade, gravando músicas em homenagem ao presidente Mao, e a La Passionaria, e a Revolução Sandinista. Relevem. Até aqui a música é boa. Mas tem coisa melhor.

Separei uma ode de amor ao cinema, Los Angeles e Raymond Chandler -- "Haunted Heart" (1992) -- e "Sophisticated Ladies" (2011). No primeiro, a Los Angeles da década de 40 pula nos teus gorgumios, com a ajuda póstuma -- e à revelia -- de Jeri Southern, Jo Stafford e Billie Holyday. O segundo, aparentado do primeiro, é um tributo às ladies que têm a bondade de nos explicar o sentido do segundo esporte predileto da humanidade -- o acasalamento nas suas mais variadas formas. Para isso, conta com a ajuda de Melody Gardot, Norah Jones, Cassandra Wilson, Renée Fleming, Diana Krall e sua senhora Ruth Cameron, que já nos deu a honra de cantar aqui no botequim (link novo). [Leia mais!]


um apoio a los hermanos



charlie haden, manda...?!

caramba, aí começa a ficar difícil...


luto ou luta,

eis a questão.

ontem não deu, mas hoje segue um catado do melhor que tenho visto sobre o baile alemão que tomamos.
mas antes um enquadramento, porque é nessas horas que se aprende a apreender c/ os erros.

perder daquele jeito é uma p. porrada, porque não foi um time apenas que se desmanchou, foi uma história inteira junto, e justamente uma que sempre nos alegrou, qdo íamos nos formando modernos (58,62), e ainda consolou qdo estávamos f... (70) ou qdo estivemos bem 'trapaiados (94, 02).

mas estou c/ o trajano, pq organizar um troço destamanho, c/ os governos (municipal, estadual e federal) e empresários como são aqui, normalmente, é um p. dum avanço.

e sigo c/ um papo lá no nassif, c/ todo mundo analisando como o time dos 'alemão' se organizou e nós não.

e, p/ quem quiser entender em pormenor o que, exatamente, aconteceu em campo, 2 muito boas:
- um ingles, nada mais isento, o que é ótimo nessas horas.
- um brazuca que entende do riscado e onde se completam ambas as análises.


nós vamos conversar

sobre hoje, amanhã.
nãop perdam.


porquê essa copa é (muito) mais foda que todas as outras

começando por aqui:
observa isso com a maior calma que vc puder.
muito bem.
daí siga o liame da pp. página, sobre santiago.
oquei, ainda dá p/ segurar.
eis que, mas porém todavia, também tem disso aquê.

entonces, esta é a melhor copa das copas por quê: [Leia mais!]


a vida como ela vencendo

1- brasil 1x1 chile, tempo normal (gols 1º t.), 0x0 prorrogação, 3x2 penaltis-brasil,
2- colombia 2x0 uruguai, tempo normal (1 gol em cd tempo),
3- frança 2x0 nigéria, tempo normal (gols final 2º tempo),
4- alemanha 2x1 argélia, gols na prorrogação,
5- holanda 2x1 méxico, tempo normal (mex. 1ºt, hol. 2ºt.),
6- costa rica 1x1 grécia, 0x0 prorrogação, 5x3 penaltis-costa rica,
7- argentina 1x0 suiça, 1x0 prorrogação,
8- bélgica 2x1 estados unidos, 0x0 tempo normal, 2x1 prorrogação.

todas as partidas, umas verdadeiras pedreiras.
cada time quase no mesmo nível do adversário.
a começar de times antes sem tradição de futebol e talento organizados.
esta deve ser uma das copas c/ mais prorrogações de todas.

todos os estádios funcionando e lotados, quase todas as cidades e bares também,
e todos os cronistas do mundo ocupados, e felizes, c/ isso.

eu queria que a vida fosse melhor,
tenho até idéias p/ isso,
até ouvi caras falando montes,

mas nenhum projeto,

nem assim tão grande,
nem tão realizado quanto estes 9 acima.


prestencao

essa copa mudou muitas coisas de lugar aquê.
e botou outras tantas de volta,
nos próprios e em nós mesmos.

p.ex. (2º consultores locais):

neymar como um garrincha, (contemporâneo - n.r.).

isso não é só lindo, isso se renosdefine, e na paulada do funquiostentação, entroutros.

sabemos, é difícil, mas é um interessantíssimo recomeço.
imagina austríaco reconstruindo viena pós-2ªguerra.
ou russo nas cidades deles...
ou amerigano pós-secessão...

não consegue?
então tá, tranquilo, segue nessa sua, na boa.
a editoria compre.end you


ok, erramos¹, pero todavia fifa también és batman

como sói acontece em filmes de v-v ampiros, até a vítima reconheceu que o mordido não foi assim tão...

mas o mundo, coitado, já como anunciado pelo sueco e pelo (mais estranho ainda) polones pedófilo, tem virado cada veiz mais do ramo, i.é., 'isso é coisa de profissa, sai fora muleque...'.

a editoria, claro, entende td perfeitamente.

#imagina nas olimpiada

¹ 2 postes abaixo, ou quetal, e pra vareiar no churnalism brasileiro, sempre muuuuuuuuuuit(ooleite4love)o depois da hora


"julgamos desnecessário descer a pormenores" *

e é só, incréus

no delicious fal(h)ar brasileiro
que nos recebe, a todos,
dentre essas línguas todas
em que temos andado
vi-vendo-nos**.

* apud 'café e ferrovias'.
** só pratrapaiá tradutor de noruegueis


meta(no)comentarista

p/vc parar de crer em comentartista esportivo, depois de jogo, segue um meta(no)comentarista, do dito comentarista:

"A Holanda depende do Roben; a Argentina do Messi; a Ingleterra - que é a seleção desse "grande" comentarista - depende...bem! de um novo time porque esse é uma bosta. Talvez daí venha tanta raiva da seleção "cbeefiana".
Responder · 7 · há 3 horas"


luis suárez é fodeus

depois desse uruguai e inglaterra, por mim, está provado:
papa é argentino como missa é no vaticano.
fórmula 1 com chuva é em monte carlo e formula indy com sol é em indianapolis.

e copas do mundo têm que ser aqui, e acabouse, é como um carnaval mundial e a cada 4 anos.
resolvemos o pobrema de gasto c/ estádio, corrupção e o caray a 4, pro resto do mundo, e o da volta do tezão por futebol pelo resto da vida na terra nesse universo:

em que enredo um cara vem duma cadeira de roda 1 mes antes dum puta troço desse, de cara pro mundo todo, senta no banco e vê o time, bicampeão mundial, perder desgraçadamente prum time sem qqer tradição, entra no 2º jogo meio sem condição, e ainda faz os 2 gols da vitória sobre uma verdadeira máquina de bola cheia de craque.

nem que a mais atolada vaca tussa o pior dos fogos jamais haverá sequer um robert rodriguez capaz de imaginar tal coisa.


véias, vaias e véios

vovô viu a uva
uva viu o vovô
vovô vaiô a vaia à uva


rai-cai pro don draper

e sobre a propaganda negativa
ou seu vício-versa::

visons
visões
ou
bisões
?

[Leia mais!]


plural de arroz

arrozes?
via

kome, expo linda sobre arroz, por um amigo da cumparsa, antropólogo cultural, dando um toque sobre, entre outras coisas, a burrice de se colocar uma usina nuclear mal gerenciada do lado de onde se planta sua comida, de cara prum marzão de doido e em cima duma falha geológica, como 'espertamente' fizeram em fukushima.

e uns caras, no governo lá, ainda tem a caríssima de pau de pretender sumir c/ notícia da investigação dessa m. toda, alegando questão de segurança nacional.


eu tava torcendo pra ficar queto, mas

esse gol me tocou:]



desliguem o som que é uma m., não vale o verso do autor.

um gol típico de centroavante.
e uma belezinha a matada no peito, tirando 2 caras na velô e, tomando um toquinho ainda, olha tudo, e caindo dele, toca c/ o pé que tem e coloca num ponto além da imaginação da canalha toda.

são bons caras nisso aqui...
por isso se ama essa arte aqui, dá pra ver por tudo aí.

e agora vão, todos, o mundo inteiro, ver se tb. são no resto tamen.

táí uma hora em que escolhas vão ser, profundamente, uma foda e pro resto da vida.

e elas vão sr longe.
veja bem seus lado...


oportunidade imperdível

um tal de istituto de avaliação de universidade (um tipo de agencia de risco, sacumé?), quaquareli parece, coisa seríssima, re-classifica a, justo quem, a pobre usp.
justo agora que a turma lá 'tava começando a se levar a sério de novo, sô...
vida injusta.


o 'chiclete com banana'

cabei de cruzar cuma reedição dum desses, de plenos '80's, pura 'marguice' concreta paulistana deprê.
só que da época que justificava:

uma penca de babaca no tar de b(u)rock, uma babaquara de bolha entrando na imprensa (a começar do dono da falha), uma horda de imbecis na pulhítica redemocaratizada a montes de marquetólogos muderrnus, um monte de 'cadê-mico' perfeitamentamente idiotizado no sistema do mec-usaid-puc-usp, e daí abaixo.

não é à toa que roqueiro 'dos 80' (uns caras que pararam no meio) ficou imbecil c/a idade, entende...?

quem reclama hoje não faz (a mais distinta...) idéia dos tamanho das merda que já foram feitas nesse troço todo que chamam de brasil...
e, o que é infinitamente pior (e mais triste, p/voces), reclamam bala-perdida, e não fazem a menor idéia do quanto foderam c/ são paulo (o estado e a cidade), nos últimos 30 anos, c/ idéias perfeita e comprovadamente imbecis.

perguntem à vontade que a editoria responde, conforme suas especialidade e idade, c/ o maior prazer e, ainda, são excelentes guias dos lugar e, ainda mais, conhecem cada beco aonde as moças podem se perder*:
- dr. pinto - pal(h)ácios do marquetingue e dos don draper do mundo.
- lama - pal(h)ácios das ex-quinas e das ruas dos trilhos.
- zeno - pal(h)ácios dos cavalheiros do zodíaco existencial.
- mandacarú - pal(h)ácios do barulho e dos silêncio melhoral.
- smiley - palhaços da justiça e do amor.

entrem na barraca e sentem- se à vontade.

e fiquem expertos, o nega-ativismo é um cancer: come voces por dentro, moçada.
pulem fora disso antes que sejam comidos pelos zumbis que vivem disso.
entendem?

* ou 'perderem', segundo a nova hortografia do pornojornalista brasileiro empreendedor, vulgo 'lêdêr'.


.:: :: :: :: :: :: leia os posts anteriores :: :: :: :: :: ::.