:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Round up the usual suspects, ou trivial variado

Dois dias se passaram desde o último domingo e ainda faltam mais cinco para o próximo, mas a constatação ouvida recentemente permanece: "A Páscoa chegou mais cedo para os sãopaulinos, depois do chocolate do fim de semana".

Graças à dica do Inagaki, espiamos o novo programa do Marcelo Tas ontem à noite. Marromenos, né? Tudo bem que seja "inspirado" por programa argentino, ainda que nenhum crédito tenha sido mencionado (na Itália, dizem-me, há outro igualzinho, mas com o acréscimo de uma gostosa no time de apresentadores – boa idéia, aliás), mas não dá pra assinar embaixo de programa que chuta cachorro morto, como o bloco com a Gretchen, ou que extrai piada derrubando de sacanagem um jarro de esgoto na mesa do paguá bem-intencionado da Sabesp. No lado dos acertos, trouxe a melhor piada televisiva do ano:
primeiro, imagens de Ronnie Von em seu programa, respondendo a um e-mail de telespectador que indagava se o fato de se sentir atraído por um amigo significava que ele, espectador, era gay. Ronnie, conciso, responde: "Significa", e passa ao próximo e-mail. Aí entra um dos apresentadores do programa do Marcelo e manda essa: "E por falar em homossexualidade, queria mandar um abraço ao meu tio Daniel". Sensacional.

E por falar em Inagaki (alô, Pinto, isso podia virar um bordão, hein?), não sabemos por que raios a gente não fala com mais freqüência de dois dos melhores blogs da rede, dois sujeitos batutas que há tempos vêm carregando nas costas ou em outras partes do corpo menos publicáveis boa parte do debate relevante e irrelevante dos botequins blogosféricos nacionais (e internacionais, no caso do segundo): Milton Ribeiro e Idelber Avelar.

Foi no Milton Ribeiro, aliás, que lemos a info que nosso homem-ônibus Franz também forneceu, de que a idéia de bombar o Google com os links sobre o Nassif veio de uma alma com o céu garantido, o pimpão Bender.

E foi também no Milton que descobrimos só agora (ah, a lentidão punheteira de um hipopótamo) a moça abaixo, Sara Tommasi, que, francamente, meglio silenciar.

Hã, hum, err, ah


posted at 09:38:57 on 18-03-2008 by Zeno - Category: Tectum Intuentes


Comentários

Pinto wrote:

Sobre o São Paulo, meglio silenciar.

Sobre o programa, não vi mas não gostei do Serginho Groisman, digo, Marcelo Tas.

O que pode virar bordão: o Inagaki ou o "significa"?
18-03-2008 15:29:04

Luiz Franz wrote:

O Idelber baixou semana passada aqui no norte da Cisplatina, direto lá das Novas Orleãs, pra visitar o Milton, com o qual mantinha, até então, relacionamento platônico. Churrasqueamos, bebemos, rimos. E do Milton garanto que, se outros méritos lhe faltam, redime-se com suas mulheres de sábado.
Fiquei particularmente estarrecido quando Milton perguntou quais eram as cidades que tinham dois times campeões do mundo. Uma delas é um problema que eu jamais resolveria. O Idelber levantou, fez uma espécie de dancinha do pensamento e matou a questão em 90 segundos. Impressionante.
Cês sabem? SP, POA, BAires, London, Milan e o que mais?
18-03-2008 15:49:45

Pinto wrote:

A pergunta nao e essa!

A pergunta é: quais dessas ai sao cidades ***mesmo***?

A lista, garanto, é menor.
18-03-2008 15:52:46

luiz franz wrote:

Resumindo, Pinto:
Quando a gente não sabe a resposta tergiversar é uma boa alternativa
18-03-2008 18:50:20

Zeno wrote:

Eh, eh, eh. Vamulá, então, sem googlar: Porto Alegre, claro, por conta dos dois títulos. SP, infelizmente, não, porque o meu Parmerinha perdeu a final e o título do Curíntia é jambrão. Talvez Milão, mas não me lembro dos sucessos da Inter. Confesso que nem em 90 minutos conseguiria. E aí?

Quanto ao bordão, dá pra escolher: "significa", claro, e "Por falar em..."

E confesso II que acho sensacional esse negócio de conjugar "churrasco".
18-03-2008 20:05:40

luiz franz wrote:

A cidade misteriosa é Avellaneda, campeã com Racing e Independiente.
O verbo churrasquear é utilizado por 6 entre 7 usuários de fardão.
18-03-2008 21:38:06

DJ Mandacaru wrote:

Esse blog já teve mais testosterona: a Sara quicando na área e a moçada discutindo futebol. Disgusting.
19-03-2008 11:03:14

horhe cien manos wrote:

podicrê, isso que dá ficar churrasqueando por aí e esse monte de sara sobrando (iscrusive, tem sara na moça prá tudo qto é lado, vishmaria...).
19-03-2008 12:43:11

AP wrote:

sobre o cqc brasileiro achei bem médio, tipo 5,5. e o problema é que alí também faltou machesa. fui assídua espectadora do cqc na español em 2006 e adorava, não perdia um. sei que não é lá hora prá elogiar aquela gente, mas os caras botavam prá quebrar em qualquer um, inclusive durante a copa da Alemanha em que o selecionado espanhol tomou a primeira cacetada do ZiZou (que dalí prá frente não parou mais). na versão tupiniquim o pessoal ainda precisa melhorar muito, dar ritmo prás piadas, e pegar gente prá valer, a parte do Suplicy não teve graça (claro!), tampouco a da Gretchem (chata). Tudo muito cordial, no melhor estilo sergiobuarqueano. Enfim, não vi até o final porque a casa do Robinho não me interessava nem um pouco. De qualquer modo, o "significa" me levou a boas gargalhadas, foi o memlhor momento, e o rapaz do lado direito do Tas (não me lembro o nome) é o melhor dos três. teve uma piada boa que ele fez sobre a fulana BBB8 capa da playboy: o Tas perguntou se ele a conhecia e ele respondeu: "é, não muito, assim, por cima" com uma cara de mineiro sacana.
entonces, hasta luego.

e só prá fechar: viva o Parmera! como dizia meu falecido avô Antônio.
19-03-2008 13:46:01

George Smiley wrote:

justo na hora queu fui falar uma bestera franca e elementar, entra a ap cum massey-fergusson epistemológico-humorístico, e inda terminando em parmera, putizgrila...
21-03-2008 02:18:13


Incluir comentário